Bispo Americano Restabelece Oração a São Miguel Arcanjo


Dom Thomas Paprocki, Bispo de Springfield (Illinois, EUA) autorizou que seja recitada em sua diocese, no final de cada Santa Missa, a Oração a São Miguel Arcanjo composta pelo Papa Leão XIII. Para isso, informa o jornal diocesano Catholic Times, foram distribuídos às paróquias cartões impressos, contendo num lado a oração e no outro uma carta de Dom Paprocki. “Um dos maiores trunfos de Satanás em sua camuflagem, é a crença de que ele não existe”, afirmou o Bispo norte-americano. Quando não acreditamos “nas forças do mal ficamos incapazes de resistir a elas. Por isso, é bom lembrarmos a Oração a São Miguel Arcanjo” acrescentou.

Por determinação de Leão XIII, essa oração era rezada no final de cada celebração eucarística até o ano de 1965. “João Paulo II e Bento XVI exortavam os fiéis a rezá-la diariamente, sobretudo depois da Missa”, explicou Dom Paprocki. “O Arcanjo Miguel quando disputava com o diabo, discutindo a respeito do corpo de Moisés, não se atreveu a pronunciar uma sentença injuriosa contra ele, mas limitou-se a dizer: o Senhor te repreenda!” (Judas v.9).

O Diabo Existe Para alguns teólogos, religiosos, sacerdotes e algumas religiões e seitas o diabo em geral tem sido visto como uma relíquia da superstição: uma invenção humana. Por isso em 2002 o arcebispo de Genova, Dionigi Tettamanzi, um dos cardeais mais importantes da Itália, causou grande agitação com sua carta pastoral de 40 páginas sobre como opor-se ao diabo.

A carta alista “10 mandamentos”. Primeiro: “Não te esqueças de que o diabo existe”, porque sua “primeira impostura” é “fazer-nos crer que ele não existe”. Segundo: “Não te esqueças de que o diabo é um tentador... Não penses que tu és imune ou invulnerável”. Terceiro: “Não te esqueças de que o diabo é muito inteligente e astuto. Ele continua a ser insidioso por fascinar, como fez com o primeiro homem”. Quarto: “Vigia os olhos e o coração. E sê forte: em espírito e virtude”. Quinto: “Crê firmemente na vitória de Cristo sobre o tentador”, porque isso “te fará seguro e imperturbável mesmo diante do mais violento ataque que nos possa ser desferido contra ti”. Sexto: “Lembra-te de que Cristo te faz participante de sua vitória”. Sétimo: “Continua a escutar a Palavra de Deus”. Oitavo: “Sê humilde e ama a humilhação”. Nono: “Ora sempre, sem te cansares”, a fim de vencer a tentação. Décimo: “Adora o Senhor, teu Deus, e somente a ele rende adoração”.

Com autoridade divina São Paulo Apóstolo afirmou: “Para o os incrédulos, dos quais o “deus deste mundo” obscureceu a inteligência” (2 Cor 4,4). O apóstolo São Pedro escreveu, Satanás é “como leão que ruge, procurando a quem devorar”. (1 Pd 5,8) Não causa admiração que o apóstolo São João lembrasse aos cristão: “O mundo inteiro está no poder do maligno.” (1 Jo 5,19) É exortativo não ignorarmos os ensinamentos dos santos apóstolos de Cristo. “Jesus Cristo se manifestou para destruir as obras do diabo” (1 Jo 3,8). A FERRAMENTA DO DIABO Foi anunciado que o diabo deixaria seus trabalhos e ofereceria suas ferramentas para qualquer um que deixasse pagar o preço.

No dia da venda, elas foram expostas de maneira atraente: malícia, ódio, maus desejos, inveja, ciúme, sensualidade, fraude... Todos os instrumentos do mal estavam lá, cada um com o seu preço. Separada do resto, se encontrava uma ferramenta de aparência inofensiva que, apesar de estar usada, tinha o preço superior ao de todas as outras. Alguém perguntou ao diabo o que era. É o desânimo, respondeu ele. - nossa! Mas por que ela esta tão cara? - “Porque”, respondeu o diabo, “ela me é mais útil do que todas as outras ferramentas”. Com ela, eu sei entrar em qualquer ser humano, e, uma vez no interior dele, eu posso manobrá-lo da maneira que melhor me convém. “Essa ferramenta está usada porque eu a ultilizo quase todo o mundo e pouquíssimas pessoas sabem que ela me pertence”. É supérfluo acrescentar que o preço fixado pelo diabo para o desânimo era tão alto que a ferramenta nunca foi vendida. O diabo é sempre o proprietário, e ele continua a utiliza-la...

O Capitão Capelão Antonio Álvares da Silva (Frei Orlando), Patrono do Serviço de Assistência Religiosa do Exército (SAREx), disse com categoria: “Gente desanimada é gente vencida”. Longe e bem longe do diabo e de sua ferramenta. Seguir o conselho do apóstolo São Tiago “Sujeitai-vos, pois a Deus, resistir ao diabo e ele fugirá de vos”. “Chegai-vos a Deus e ele chegará a vós” (Tg 4,7.8). O bom Deus fala para nos: “Não temos, porque eu estou contigo, não fiques apavorado, pois eu sou teu Deus; eu te fortaleço sim, eu te ajudo” (Is 41,10). Contra toda a cilada do inimigo e para uma vida vitoriosa a receita é: o estudo da Palavra de Deus, oração, jejum e a Santíssima Eucaristia.

Pe. Inácio José do Vale
Professor de História da Igreja Pregador de Retiros Espirituais Especialista em Ciência Social da Religião E-mail: pe.inacio.osbm@hotmail.com

Publicado: http://www.arcanjomiguel.net  Extraido:[ Fonte ]