Existe possessão do demônio nas casas?

 

 Os demônios conheciam bem Jesus e não suportavam a Sua presença, porque Ele tinha vindo para arruinar e destruir o seu reino. Jesus tinha o poder de os expulsar e exerceu-o muitas vezes: “Pela tarde, apresentaram-lhe muitos possessos de demônios. Com uma palavra expulsou ele os espíritos e curou todos os enfermos.”( Mt 8,16). Os espí­ritos do mal nada podiam contra Ele.

 Aquilo que Jesus fez tantas vezes não podia parar ali, deveria continuar depois da Sua ressurreição. Por isso, Jesus conferiu aos seus discípulos o poder de expulsar os demônios: “Então chamou os Doze e começou a enviá-los, dois a dois; e deu-lhes poder sobre os espíritos imundos.”( Mc 6,6).

 E os discípulos agiram com esta autoridade, como lemos em Mc 6,13: “Expeliam numerosos demônios, ungiam com óleo a muitos enfermos e os curavam.”A ordem de Jesus para expulsar os demônios não foi somente para os discípulos, mas para a Igreja em todos os tempos. Hoje, com a autoridade que Jesus nos deu e em seu nome, podemos fazer aquilo que Jesus fez.

 Atualmente, assistimos ao fenômeno da possessão diabólica não só nas pessoas, mas também nas casas e nos objetos. Chama-se a isso de infestação. Dizem os exorcistas que nos lugares onde existe a prática da magia, feitiçaria, satanismo, com a finalidade de provocar o mal para os outros, mais facilmente existe a infestação de casas. Os “sintomas” mais comuns da infestação das casa é o movimento estranho de coisas, barulhos sem explicação, odores. Também é possível causar mal estar toda vez se se entra no local, como causar desarmonia e outros problemas semelhantes entre os seus moradores.A infestação não causa possessão nas pessoas.

 O Brasil é citado como um dos países mais dominados pela influência de crenças supersticiosas e voltadas para fazer o mal para as pessoas. Uma multidão de pessoas de todas as classes sociais procura astrólogos, tarólogos, magos… para saber do futuro, como realizar seus negócios e, infelizmente, também como destruir os inimigos ou concorrentes. Daí a importância de criar como que uma barreira para que o mal não afete os moradores ou quem freqüenta aquele lugar.

 É muito comum parentes, pessoas próximas, pessoas próximas sentirem, ciúmes da felicidade de uma família, ou inveja da prosperidade, e assim tentarem fazerem algum tipo de mal para destruir a harmonia familiar ou o sucesso do trabalho ou negócio.

 O primeiro passo é  Certificar-se de estar unido a Jesus. O demônio não pode afetar a pessoa ou ambiente vivendo no Senhorio de Jesus.

 Segundo passo não dê espaço em seu coração, casa, família para o pecado. Se reconhecer alguma mentira, desonestidade, ciúme…faça uma confissão e repare o mal.

 Terceiro passo: faça uma asperção da casa com a água benta, rezando Salmo 90 e o pequeno exorcismo de Sao Miguel, ou a oração de libertação de todo mal (abaixo)

 Quarto passo: rezem o terço em família e não faltem a missa dominical.

 Quinto passo: não tenha medo de queimar ou quebrar qualquer objeto ou folheto ligado a alguma falsa doutrina.

 Este pequenos e simples atos de fé tem o poder para devolver para as casas, famílias e ambientes de trabalho a paz, harmonia e prosperidade.

 

Pequeno exorcismo de São Leão XIII

 São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate, sede o nosso refúgio contra as maldades e ciladas do demônio. Ordene-lhe Deus, instantemente o pedimos, e vós, príncipe da milícia celeste, pela virtude divina, precipitai no inferno a satanás e aos outros espíritos malignos, que andam pelo mundo para perder as almas.

 

Oração de libertação de todo mal

 Eis aqui a † Cruz de nosso Senhor Jesus Cristo,

que garante a salvação e a vida eterna,

a † Santa Cruz que derrota todos os espíritos malignos.

† Retira-te de nós, habitante das trevas, oposto aos desígnios do Deus Altíssimo.

† Afasta-te, não importa porque meio tenhas vindo:

bruxaria, feitiçaria, malefícios, magia negra,

maldições familiares, mal oculto, amarrações.

Sob o comando de São Miguel Arcanjo, que te precipitou nos infernos,

assim te ordenamos, espírito maligno,

inimigo do gênero humano,

que não voltes mais a fazer mal a nós aqui presentes. Amém.

 

Publicado: http://www.arcanjomiguel.net  Extraido:[ Fonte ]