A profecia dos Papas de Garabandal, a nossa interpretação
 



 

Ajude divulgar nosso site vote no botão +1 google

 

A profecia dos Papas de Garabandal, a nossa interpretação

21-11-2011 16:03

 

 

 

Conchita: - "...Foi Nossa Senhora que me disse. Na realidade, disse que faltavam quatro Papas, mas que Ela não tinha em conta um deles."
 

Para que possamos compreender de forma correcta a profecia dos Papas, anunciada pela Virgem Maria em Garabandal durante o tempo das aparições ( 1961 - 1965), temos de ligar esta profecia ao Concílio Vaticano II. Ao longo dos tempos, que esta parte da profecia anunciada pela própria Virgem Maria às meninas desta humilde aldeia, foi mal interpretada e explicada. Convém também realçar que as videntes, e no caso particular de Conchita, nada conheciam sobre a famosa profecia dos Papas de S. Malaquias. Quando informaram a Conchita que esta profecia que Nossa Senhora anunciou em Garabandal, era parecida com a profecia de S. Malaquias, ela disse: " O que é a profecia de S. Malaquias? Não conheço, nunca ouvi falar."
 

Digamos que as duas profecias estão intimamente ligadas entre si, aliás ambas são praticamente idênticas, pois ambas definem uma continuidade cronológicas de Papados até ao início do fim dos tempos. A única diferença reside no facto de a profecia de S. Malaquias incluir o Papa que reinará durante a grande tribulação, ou seja, já no fim dos tempos ( Petrus Romanos) e a profecia dos Papas de Garabandal indica apenas os Papas que faltam até chegarmos ao inicio do fim dos tempos.  [www.arcanjomiguel.net]
 

Tomando em consideração as aparições de Garabandal, temos que nos focar apenas nas circunstâncias e no contexto destas aparições. As aparições de Nossa Senhora em Garabandal ocorreram entre 1961 e 1965, cujos pontos fundamentais foI o sacerdócio, a Eucaristia, e sobre a própria Igreja de que todos nós fazemos parte integrante . Por dividência, quis Deus que as aparições de Garabandal coincidissem com a realização do mais importante e maior Concílio de sempre realizado pela Igreja católica. O Concílio Vaticano II, teve início a 11 de Outubro de 1962 e terminou a 8 de Dezembro de 1965. Quer a abertura, quer o seu término ficam associados a datas de Nossa Senhora, o da Imaculada Conceição e da Divindade de Maria, digamos que houve sempre uma orientação maternal em relação ao Concílio.  [www.arcanjomiguel.net]
 

Sendo assim, pelo facto de ter havido esta ligação entre Garabandal e o Concílio, a profecia dos Papas que foi anunciado na mesma época e no mesmo contexto, deve ser particularmente vista como uma profecia que anuncia os Papas que faltam até ao fim dos tempos, que marca um fim de um periodo e o início de um outro, o de uma nova Igreja que farão parte dos novos tempos. O Concílio Vaticano II, vem desta forma preparar a Igreja para uma nova e renovada Igreja, da qual todos nós fazemos parte integrante. Aliás, durante todo o tempo em que Nossa Senhora apareceu em Garabandal, que Ela ensinou às meninas de que forma todos nós podemos ter uma papel activo dentro da Igreja, essencialmente através da família, a chamada Igreja doméstica. A Igreja não somos todos nós? [www.arcanjomiguel.net]
 

Mas afinal que confusão houve ao longo destes tempos sobre esta profecia?
 

A frase mais conhecida sobre esta profecia do fim dos tempos de Garabandal é a seguinte: " Depois de João XXIII, haverá mais três Papas e depois o fim dos tempos." No entanto, a maioria das pessoas desconhece que Nossa Senhora falou mais sobre este ponto. Numa entrevista que Conchita deu a um escritor Alemão, por volta de 1965,  a mesma afirmou ao escritor que Nossa Senhora disse-lhe que não eram três mas sim quatro Papas, isto porque um deles não é tido em conta e que um dos Papas teria um reinado muito curto. Soube-se à pouco tempo que Conchita decidiu apenas falar sobre os três Papas e não sobre os quatro, porque quando Conchita falou sobre isto à sua mãe Aniceta, ela não gostou de ter ouvido por parte de sua filha que um dos Papas não era tido em conta. Por essa razão, a mãe de Conchita disse-lhe que era então preferível que dissesse que faltavam três Papas do que dizer que faltavam quatro Papas e um deles não ser tido em conta. Claro que a ocultação deste pequeno pormenor, deu origem a muita confusão.
 

Será que existe ligação entre o Papa que teria "um reinado muito curto" na contagem dos Papas ?
 

Sim, para nós tem. Quando Nossa Senhora disse a Conchita que um dos quatro Papas não é tido em conta, isto não quer dizer que ele não foi Papa, porque todos nós sabemos que ele na realidade foi Papa legítimo como qualquer outro, aliás como qualquer outro Papa eleito, mas temos que olhar para a frase " ... não teve em conta", na perspectiva que esse Papa não teve tempo suficiente para atuar com as funções de Papa e para implementar as reformas que pretendia, reformas associadas aos frutos do Concílio Vaticano II, porque simplesmente ele teve um reinado muito curto, com apenas 33 dias de mandato como Papa da Igreja ( Papa João Paulo I ). [www.arcanjomiguel.net]

O atual Papa Francisco, baseando-se  nesta profecia de Garabandal é já o primeiro Papa legítimo do fim dos tempos, que continua a implementar as reformas do Concílio Vaticano II, mas que não faz parte desta contagem desta profecia dos quatro Papas, isto porque simplesmente a contagem desta profecia apenas se refere aos Papas que faltavam ser eleitos até chegarmos ao início do periodo do fim dos tempos.
 

Então, quais foram os Papas que implementaram o Concílio Vaticano II até ao inicio do fim dos tempos?
 

A contagem dos Papas até ao fim dos tempos de acordo com a profecia de Garabandal, deve ser realizada a partir dos Papas que têm implementado as reformas e conceitos do Concílio Vaticano II, foi o caso do Papa Paulo VI, do Papa João Paulo II e do Papa Bento XVI. Se estudarmos e lermos mais sobre este assunto, sobre os frutos do Vaticano II, veremos que estes três Papas desenvolveram  pontos associados ao Concílio, por exemplo, João Paulo II desenvolveu o Catecismo da Igreja católica e da Nova Evangelização, Papa Bento XVI aprofundou em muito a parte do Ecumenismo e união dos cristãos, um dos objectivos principais do Concílio e o Papa Paulo VI a mesma coisa. O Papa Francisco continua nessa mesma abordagem dos anteriores, ou seja, aplicando as práticas do Concílio Vaticano II mas como é o primeiro Papa legítimo já dentro do periodo do fim dos tempos, ele não deve ser contado dentro desta profecua, só por isso.Será o Papa Francisco, o Petrus Romanus citada na profecia de S. Malaquias? Aquele que irá conduzir o povo de Deus no meio da grande tribulação?
 

Em resumo, a contagem dos Papas até ao fim dos tempos, deve ser sempre feita, a nosso ver, à luz do Concílio Vaticano II, até lá haverão três Papas que irão ajudar de forma bem vinculada a implementação do Concílio Vaticano II ( Papa Paulo VI, Papa João Paulo II e Papa Bento XVI) para a futura constituição da Igreja dos novos tempos, em que haverá uma Igreja renovada na fé, esperança e caridade. O atual Papa Francisco já não faz parte desta contagem, pelas razões indicadas anteriormente. Ele é o primeiro Papa já dentro do periodo do fim dos tempos, possivemente o que poderá sofrer mais perseguição e tempos difíceis para a Igreja .  [www.arcanjomiguel.net]
 

O fim dos tempos de acordo com a nossa interpretação desta profecia, teve início no dia 13 de Março de 2013 quanto o Papa Francisco tomou posse como Papa. Este periodo do fim dos tempos, é um periodo que só Deus sabe quanto tempo vai durar, mas que ele começou, sim, já começou com este atual Papa Francisco.Rezemos por ele, porque ele vai necessitar da nossa ajuda, do nosso apoio para os dias difíceis que se avizinham pela frente.

NOTA: Realçamos que esta é a nossa interpretação, sempre baseada nos fatos credíveis de Garabandal. 

Estejamos atentos e façamos uma verdadeira conversão de vida enquanto é tempo.

 

Apostolado de Garabandal em língua portuguesa
fonte :http://www.mensagemdegarabandal.com/news/a%20nossa%20interpreta%C3%A7%C3%A3o%20sobre%20a%20profecia%20dos%20papas%20/
divulgação:http://www.arcanjomiguel.net
Clevinho Maia (Combatentes de São Miguel Arcanjo)
BLOGS
https://saomiguelarcanjo.wordpress.com
http://novecoros.blogspot.com.br


 

AS PROFECIAS DE GARABANDAL E OS ÚLTIMOS PAPAS
 

Nossa Senhora, em suas Aparições em Garabandal, na Espanha (1961-1965), disse à Vidente Conchita González, que depois do Papa João XXIII viriam mais quatro papas e depois o Fim dos Tempos(1).

Então, depois do Papa João XXIII vieram mais quatro, a saber:

- Paulo VI
- João Paulo I
- João Paulo II
- Bento XVI

Podemos afirmar que o Papa Bento XVI foi o Último Papa Verdadeiro, ou seja, foi o último Papa eleito canonicamente pelo Espírito Santo, ligando as Profecias de Garabandal, apenas com a Profecia de São Francisco de Assis. [www.arcanjomiguel.net]

São Francisco de Assis, quando estava em seu leito de morte, profetizou aos seus filhos espirituais que, no Fim dos Tempos, “Nos tempos desta tribulação, um homem não canonicamente eleito será elevado ao Pontificado, que, com sua astúcia, empenhar-se-á em levar muitos ao erro e à morte”(2).

leva a crer, sem margem de dúvidas, que o “homem não canonicamente eleito” é o Papa Tudo Francisco, ou seja, é um Falso Papa, que não foi eleito pelo Espírito Santo, mas pelos Cardeais Maçons. A Maçonaria Eclesiástica forçou a renúncia do Bento XVI, para introduzir no Templo Santo, um homem empenhado em conduzir a Igreja ao erro e à morte, mesmo que, aparentemente, esteja mostrando o contrário.

Muitos erros à frente da Igreja, principalmente heresias em suas declarações, demonstram que Francisco é um “papa humano”, preocupado apenas com questões humanitárias do que com as questões espirituais mais urgentes de um mundo à beira da catástrofe, colocando em contradição todos os seus discursos e entrevistas até hoje com o objetivo principal que a Igreja de outrora sempre foi focada, o de salvar as almas.

Uma outra ligação da Profecia de Garabandal é com a Profecia de Nossa Senhora de Anguera/BA, Brasil, Aparições que já duram 26 anos. Em sua Mensagem do dia 19 de maço de 2005, assim nos diz a Mãe de Deus: “Queridos filhos, uma grande embarcação estará em alto mar e todos ali presentes serão surpreendidos com o Cristo à sua frente. Um reino dividido e uma cadeira vazia. A existência de dois reis (dois papas) espalhará grande confusão pelo mundo, mas Deus virá em socorro do Seu povo” (Mensagem nº 2.497).(3) [www.arcanjomiguel.net]

Como diz Nossa Senhora, dois Papas e uma cadeira vazia, o que confirma as Profecias de Garabandal e a Profecia de São Francisco de Assis. Se Bento XVI renunciou, o Papa Francisco é o homem canonicamente não eleito, pois a cadeira está vazia. Entramos no “advento” do Fim dos Tempos, pois Nossa Senhora disse que o Fim dos Tempos começaria no fenômeno do Aviso(4), o que está prestes a acontecer.

Por ironia do destino, a profecia de São Francisco de Assis, aponta o Cardeal Bergoglio como o inimigo número dois esperado para o Fim dos Tempos, depois do inimigo número um, o Anticristo. É uma pena que Bergoglio escolheu o nome do santo para ser o seu nome de Papa. Enquanto que o santo foi humilde e valente pregador e reformador da Santa Igreja, o Papa Francisco aparenta uma falsa humildade(5) e uma ambição com uma reforma que levará a Igreja, em breve, ao maior cisma de toda a sua história.

Ao que tudo indica, o Papa Francisco será o Papa da Abominação do Templo de que fala a profecia de Daniel nas Sagradas Escrituras que, com a reforma, os sacramentos serão alterados e/ou abolidos, levando ao Cisma, e fazendo com que os sacerdotes busquem os refúgios para continuarem celebrando a Eucaristia para os fieis. [www.arcanjomiguel.net]

É um Papa que introduzirá costumes pagãos nas celebrações e levará a Igreja à Religião Única Universal, abraçando todos os credos, e colaborando com o Anticristo com o seu plano de Governo Único Mundial, de controlar todos os homens.

Podemos esperar também que a cruzada de orações e o levante dos sacerdotes fieis e seguidores de Cristo reconduzirão a Igreja Remanescente e empregarão os esforços para preparar a humanidade para a Segunda Vinda de Cristo, na Grande Tribulação. Esta será a verdadeira Igreja de Cristo contra os desmandos de Francisco e o Anticristo.


(1) Site Oficial do Apostolado de Garabandal. Disponível em:
http://www.mensagemdegarabandal.com/
(2) Profecia de São Francisco de Assis sobre o Cisma e a Apostasia. Disponível em:
http://maedasalvacao.blogspot.com.br/…/profecia-de-sao-fran…
(3) Aparições de Nossa Senhora de Anguera/BA, Brasil. Site Oficial:
www.apelosurgentes.com.br
(4) Fenômeno do Aviso. Mensagens proféticas para a humanidade. Apostolado de Garabandal. Disponível em:
http://www.mensagemdegarabandal.com/as-mensagens/
(5) A falsa humildade de Francisco é demonstrada em sua entrevista “A corte é a lepra do papado”, na qual ele diz: “Tenho a humildade e ambição de querer fazer alguma coisa”. Uma afirmação contraditória, pois autoproclamar-se humilde não é sinal de humildade e ambição não é algo que associa-se à humildade. Disponível em:
http://fratresinunum.com/

 

      

Artigos sobre Garabandal

» Aparições em Garabandal de São Miguel e Virgem Maria
» Relato das aparições do Anjo em Garabandal
» Visão de São Miguel relatadas pelas videntes
» O milagre da Hóstia de Garabandal (recebida por S.Miguel)
» Vídeos das aparições em Garabandal